Agricultores protestam contra grilagem de terras e morosidade da justiça em Itapicuru-BA

Um grupo de agricultores da Associação Lagartense, de Itapicuru, realizaram um protesto na Rodoviária do Município, nesta sexta-feira, 8, contra a morosidade da justiça baiana no julgamento de processos envolvendo a grilagem de terras. A disputa envolve os trabalhadores e a Cal Trevo, acusada de praticar violência fundiária contra as famílias estabelecidas numa área reivindicada pela empresa do Estado de Sergipe. O assunto já foi tema de uma audiência pública na Assembleia Legislativa, presidida pelo deputado estadual Robinson Almeida, realizada em Itapicuru no dia 20 de agosto de 2021. 

O parlamentar também esteve, naquele ano, em audiência no Tribunal de Justiça, no Ministério Público, no Comando Geral da Polícia Militar e da Polícia Civil apresentando denúncias dos agricultores e cobrando celeridade dos órgãos.

Um juiz chegou a ser nomeado para a comarca de Itapicuru pelo judiciário baiano, mas, segundo os trabalhadores, não há celeridade nas decisões processuais e eles continuam sendo intimidados e vítimas de violência por prepostos da Cal Trevo. De acordo com a Associação Lagartense, 132 famílias residem desde 1970 na área reivindicada pela empresa. Itapicuru é considerado um dos municípios mais antigos da Bahia e, segundo o IBGE, com um dos piores indicadores de desenvolvimento humano.

Fonte: Itapicuru Notícias

Com informações: Fonte: Daniel Ferreira 

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo