Agredido por CR7, torcedor se recusa a encontrar português

Não está sendo fácil para Cristiano Ronaldo se livrar das polêmicas envolvendo seu nome em relação ao jogo do último sábado contra o Everton, quando os Red Devils perderam por 1 a 0 para o time de Richarlison. Após dar um tapa na mão de um torcedor rival, CR7 o convidou para que conhecesse o Estádio Old Trafford, do Manchester United, mas o convite foi negado.

Sarah Kelly, mãe do jovem Jake Harding, de 14 anos, afirmou que seu filho não gostaria de conhecer o centroavante português e alfinetou a postura dele e de seu clube. Em entrevista à emissora de TV britânica Sky Sport, Sarah disse que: “Só porque ele é o Cristiano Ronaldo? Por que faríamos isso? Agiu como se devêssemos um favor a ele, mas sinto muito, não devemos. Recusamos gentilmente a oferta de ir para o United porque Jake não quer ir para lá e não quer ver Ronaldo. Por que eu deveria viajar para Old Trafford? Por que um ‘blue’ quer ir visitar um ‘red’ (alusão às cores de Everton e Manchester United). Se ele fosse genuíno, acho que deveria ter se virado no momento do incidente, pegado o telefone de Jake e dito: ‘Me desculpe'”.

A agressão de Cristiano Ronaldo ao garoto de 14 anos, que tem autismo, aconteceu na saída de campo dos jogadores do Manchester United após a derrota do clube de CR7 no Goodison Park.

O garoto grava um vídeo da saída dos jogadores e recebeu um tapa na mão, o que fez com que seu telefone caísse ao chão e sua mão ficasse com hematomas.

Fonte: Yahoo Notícias

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo